INFORMAÇÃO E PUBLICIDADE

sábado, 21 de janeiro de 2017

São Paulo é campeão da Florida Cup, e Sidão se consagra

Texto e foto do site do São Paulo
O São Paulo levou o título do Torneio da Flórida, o primeiro do técnico Rogério Ceni. Nos pênaltis, o Tricolor bateu o time do Parque São Jorge por 4 a 3, após empate sem gols no tempo normal. 

Assim como diante do River Plate, na semifinal, Sidão decidiu novamente e pegou duas cobranças: uma de Fellipe Bastos e outra de Marciel. Cássio defendeu o pênalti de Araruna, mas não evitou a derrota alvinegra.
Na hora de levantar a taça, o grupo do São Paulo fez uma homenagem para Lugano. Mesmo sem ter entrado em campo, o zagueiro levantou o troféu de campeão.

É futebol ou UFC?

Quase nada de bola, praticamente tudo de pancadaria. Corinthians e São Paulo esqueceram as palavras futebol e amistoso no vestiário do Bright House Networks Stadium. Os rivais protagonizaram cenas de UFC no primeiro tempo: Bruno x Marquinhos Gabriel, Camacho x Thiago Mendes, Maicon x Kazim, Fagner x Buffarini e Gabriel x Wellington Nem.

Exceção feita ao pênalti de Pedro Henrique em Chavez, não marcado aos quatro minutos, e de jogadas isoladas de Wellington Nem, pouco se viu de futebol. O São Paulo começou com marcação alta, mas o Corinthians se deu melhor ao pressionar a saída do rival. O avanço alvinegro gerou dois erros perigosos de Douglas e Denis.

Depois sobraram jogadas violentas. Na mais forte delas, Bruno acertou chute em Marquinhos Gabriel e uma confusão generalizada foi iniciada. Exaltados, Maicon e Kazim trocaram empurrões. Foram expulsos. 

O zagueiro do São Paulo jurou Camacho na saída do campo e bateu boca com um torcedor. Um minuto antes da confusão, o volante do Corinthians deu carrinho forte em Thiago Mendes e levou amarelo. No fim, uma solitária finalização de Wellington Nem encerrou a etapa inicial do UFC em Orlando.
O futebol voltou a ser o esporte no segundo tempo e houve espaço para solidariedade no Majestoso com gritos de "vamo, vamo Chape" da torcida. Também neste sábado, a Chapecoense recebeu o Palmeiras em amistoso na Arena Condá.

No campo, o Corinthians de Fábio Carille voltou melhor com as alterações diante do São Paulo de Rogério Ceni. Muito por conta das entradas de Marlone e Fellipe Bastos, no lado alvinegro, e também pela saída de Wellington Nem, o melhor são-paulino no primeiro tempo.

Fellipe Bastos serviu Marlone e Giovanni Augusto em duas ótimas chances, mas eles perderam na frente de Sidão, responsável por substituir Denis. Mesmo caso de Romero, após bom cruzamento de Giovanni Augusto.

Pelo São Paulo, Cueva e Gilberto, duas vezes, ficaram no quase. Depois de uma falta no segundo tempo, a torcida Tricolor gritou o nome do agora técnico Rogério, especialista no fundamento. Do banco, o ídolo do Morumbi trocou Chavez por Gilberto na etapa final. 

Ceni e Carille, aliás, fizeram muitas trocas, assim como na semifinal do Torneio da Flórida. Cássio e Rodrigo Caio foram os únicos que começaram e permaneceram até o fim. Nos pênaltis, o São Paulo levou a primeira taça de 2017.

banner
Anterior
Proxima