INFORMAÇÃO E PUBLICIDADE

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

SSPDS realiza Operação Passageiro Seguro com abordagens a coletivos

Qui, 02 de Fevereiro de 2017 10:45
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) lançou, nesta quarta-feira (1), no bairro Henrique Jorge, na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2), em Fortaleza, a Operação Passageiro Seguro, que tem como foco o trabalho de abordagens em coletivos, vans e táxis, no intuito de proporcionar tranquilidade aos trabalhadores e estudantes, que dependem do transporte público e também credenciado, bem como inibir delitos. O secretário da SSPDS, André Costa, acompanhou as ações policiais nesta quarta-feira.

A operação nasceu após análises, feitas nos últimos meses do ano passado, das estatísticas relacionadas aos crimes cometidos em coletivos. Com base nesse diagnóstico, foi possível o planejamento de novas ações de combate ao crime de CVP nos transportes públicos. Por meio destes levantamentos, estratégias diferentes começam a ser implementadas visando intensificar e qualificar as abordagens. O trabalho que vinha sendo realizado nos transportes públicos de Fortaleza e Região Metropolitana, desde fevereiro de 2014, quando teve início a operação Coletivo Seguro, foi remodelado e passa a se chamar Passageiro Seguro, que tem como um dos focos aproximar ainda mais os profissionais de segurança dos usuários de ônibus, vans e táxis.

Dentro do planejamento da “Passageiro Seguro”, destaca-se o direcionamento de forças de segurança especializadas, como é o caso do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual, que também atuarão no trabalho de abordagens aos transportes públicos. O fortalecimento da integração dos órgãos vinculados da SSPDS é uma das novidades da iniciativa.

As ações ocorrerão de forma sistemática nas AISs de Fortaleza, além da Região Metropolitana, e acontecerão conforme mapa estatístico, que aponta os locais de maior incidência CVP e furtos. O levantamento dessas ações criminosas é feito com base nas estatísticas oficiais da SSPDS e em informações repassadas pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Sindicato dos Permissionários do Transporte Complementar de Fortaleza e Região Metropolitana (Sindivans) e também pelo Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditaxi), parceiros da iniciativa.

02.02.2017
Assessoria de Comunicação da SSPDS
banner
Anterior
Proxima