INFORMAÇÃO E PUBLICIDADE

domingo, 30 de abril de 2017

Prefeito Roberto Cláudio e representantes da construção civil e habitação participam de reunião para prevenção de arboviroses

Foto e texto da Assessoria
O prefeito Roberto Cláudio realizou a terceira reunião do comitê de políticas públicas para prevenção e ações de combate de arboviroses da Capital, na manhã da ultima quinta-feira (27/04), no Paço Municipal. Presente no evento, representantes da 10ª Região Militar, Sindicatos da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), Habitação (Secovi-CE) e Associação dos Administradores de Imóveis do Estado do Ceará (AADIC), se comprometeram em contribuir com ações contra o Aedes aegypti.
“Estamos com um grupo de trabalho se encontrando semanalmente com todos os órgãos da Prefeitura e convidados, como neste com representantes de empresas mobiliárias, construção civil e o próprio Exército Brasileiro, discutindo ações para reduzir o impacto que as chuvas normalmente trazem, com o aumento na incidência da dengue e chikungunya. Estamos tendo uma preparação maior no combate ao mosquito, acompanhando semana a semana o que está sendo feito, multiplicando ações e verificando indicadores e dados”, afirmou o Prefeito.

Dentre as ações de combate implementadas pela Prefeitura de Fortaleza e seus órgãos, estão uma série de atividades como de fiscalizações em pontos concentradores de focos do vetor, estabelecimentos e residências; treinamento e preparação de profissionais de saúde e unidades para acolher possíveis doentes; ações de limpeza urbana; criação de Ecopontos e Ecopolos; ações educativas em escolas e instituições; formação de agentes multiplicadores, além das atividades de praxe realizadas pela Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da Secretaria Municipal da Saúde.

A novidade desta reunião foi a participação de entidades privadas que, por conta das práticas de trabalho relacionados à habitação e construção civil, acabam tendo elevados índices de focos de Aedes aegypti. Entre os presentes, Sinduscon-CE, Secovi-CE e AADIC se comprometeram em ampliar atividades de sensibilização e controle, além de, em conjunto com a Prefeitura, aumentar as ações de fiscalização. O Exercício Brasileiro, por meio do representante da 10ª Região Militar, Cel Menezes, se comprometeu, também, na luta contra as arboviroses.

“Nós, em nome das construtoras e do sindicato, nos disponibilizamos em contribuir no combate a essas doenças, lembrando que inclusive já temos algumas ações que realizamos no nosso dia a dia. Estamos aqui para unir forças e intensificar nossos trabalhos no que for melhor para a população”, disse Larissa Rolim, representante do Sinduscon.

Para além das atividades municipais e de entidades privadas, a secretária adjunta da Saúde do Município, Itamárcia Araújo, lembrou a importância do engajamento de fortalezenses em prol da saúde de todos. “A população é nossa maior ferramenta, sendo fundamental para que possamos combater e erradicar o mosquito. Ela tem que intensificar os cuidados em casa, não deixando água parada, seja em baldes, pneus, limpando os quintais, casas, condomínios e verificando se há focos”, declarou.

Entre janeiro e abril deste ano, já foram notificados 2.492 casos de dengue, 1.800 de febre chikungunya e 95 casos de zika.

banner
Anterior
Proxima